Vôlei rumo ao tetra?

11/09/2018

Vôlei rumo ao tetra?

Seleção vai ao mundial sem o favoritismo de antes

 Tarso Sarraf/Inovafoto/CBV

Nesta semana começa o mundial de vôlei masculino. Será a primeira vez, desde 1998, que não teremos Bernardinho no comando do time. Com ele no comando, nos últimos quatro mundiais, o Brasil venceu três e foi vice em um. Um desempenho notável e que a seleção de Renan Dal Zotto tentará repetir. Missão dada é missão cumprida. Fácil não vai ser.

Por falar em dificuldade, o mundial de 2018 promete ser um dos mais equilibrados da história. São pelo menos sete seleções com chances de título: França e Rússia estão um pouco acima dos demais, entretanto: Estados Unidos, Brasil, Itália, Polônia e Sérvia podem surpreender.

O fato é que, apesar de ser a atual campeã olímpica, a seleção brasileira não se renovou como deveria e caiu um pouco de rendimento. As pontas são o nosso maior problema. Lucarelli de fora por causa de contusão, Lipe voltando de lesão e Maurício Borges machucado, sem dúvida, compromete demais o rendimento da equipe. Isto fará com que os levantadores Bruninho e William Arjona sobrecarreguem o oposto Wallace, um dos craques do Brasil e talvez única válvula de escape do ataque. Diante de tudo isto, a CBV naturalizou o ponta cubano Leal, que fez história jogando no Sada/Cruzeiro. Por outro lado, pelas regras da FIVB, o atleta só estará a disposição da seleção a partir de 2019. Neste mundial, do elenco base da Rio 2016, 9 dos 14 foram convocados. Não teremos: Lucarelli e Maurício borges contundidos, além de Serginho, que se aposentou.

Pela frente: rivais mais fortes, seleção envelhecida e falta de Bernardinho no comando. Para os mais críticos, se esta seleção ficar entre os três melhores será um grande feito. Há, porém, uma questão a ser considerada: jogar sem a pressão de ser a grande favorita pode ser um excelente estímulo para os jogadores brasileiros. Se Renan, um dos maiores da geração de prata na Olimpíada de 84, conseguir unir o time como Bernardinho fez em 2016, quem sabe o tetra não vem? Alguém duvida?

Por Surto Olímpico