Sonho adiado

07/07/2018

Sonho adiado

Torcida titi titi da vida até 2022

Fala galera, amante da coluna do Cruzou é Gol no bom site do Pop Bola. É com lágrimas nos olhos que vamos para as análises especiais de Copa do Mundo. A geração belga se deu bem e o Brasil volta para casa. O jogo começou com o canarinho original indo com tudo para cima dos belgas. Foram pelo menos duas boas chances para abrir o placar logo de cara. Em uma delas a bola acertou caprichosamente a trave do goleiro Coutois. O gol era uma questão de tempo e saiu: Fernandinho foi o pai da criança. Foi ele que botou lá dentro. Eu vi! Eu vi! Quem não viu foi o próprio volante brasileiro que as redes não eram as redes adversárias. Bola contra o próprio patrimônio! O Brasil não se abateu e partiu ainda mais para o ataque, no entanto em um contragolpe mortal, os diabos vermelhos fizeram o segundo com “De Bruyne Surfistinha”. Méritos para a arrancada sensacional do negro gato, Lukaku. E o primeiro tempo terminou assim com derrota brasileira. Nem a mascote pistola e tampouco o feiticeiro importado puderam ajudar.

 

No segundo tempo, o técnico ♫ Tititi, tititi, tititi papo de tiete♫ tirou Willian Super Shock” e lançou o porteiro Firmino. O Brasil melhorou, mas não esbarrou na boa atuação do goleiro Coutois. ♫Que tititi é essa que vem da sapucaí♫ mexeu novamente, ele sacou o ♫vai paulinho♫ e colocou o Doutor Renato Augusto. Depois foi a vez de sacar Gabriel, apenas Gabriel (não vou falar o nome de Jesus em vão), para a entrada de Douglas Costa. Antes de sair de campo, o menino Jesus, em um lance duvidoso, foi derrubado na área pelo zagueiro belga. E o VAR? Aonde está o VAR? Ahhh… VAR… Philippe,“ex-craquinho”, achou Renato Augusto no meio dá defesa demoníaca e encheu o povo de esperança outra vez. Teríamos “feriado” na próxima semana? O time criou outras boas chances, mas como diz o ditado, a esperança de pobre dura pouco e o jogo terminou com a nossa derrota e dia normal de trabalho na semifinal. O Brasil foi eliminado e deixou o sonho do hexa para 2022. Brasil eliminado por puro azar, ou melhor, Hazard.

Os amigos leitores devem ter reparado que não falamos do “Neymarra”. Pois é, falar o quê? Neymar não jogou bem e pouco ajudou a seleção brasileira. A melhor jogada foi a de sempre: uma tentativa de cavar um pênalti e nada mais. A Copa do Mundo acabou e a sensação é de que poderíamos ter ido mais longe. De resto a convicção de se ter uma boa base para 2022. Faltam mil e… dias.

TODO MUNDO TENTA, MAS SÓ O BRASIL É PENTA

    

Até a próxima coluna e sigam as zoeiras em nossas redes sociais.

https://www.facebook.com/cruzouegol

https://www.twitter.com/cruzouegol

https://www.instagram.com/cruzouegol

POR: MAYCO COSTA, ABSALAN SILVA, FLÁVIO BRITO E LUCAS LIECHENSTEIN