O esporte precisa delas

08/03/2018

O esporte precisa delas. Parabéns, mulheres!

A contribuição feminina ao esporte mundial é imensurável. Todas as formas de homenagear as mulheres são válidas. Grandes feitos esportivos ficaram marcados pela capacidade de execução dessas eficientes e talentosas heroínas. Sim, de acordo com as oportunidades que foram dadas ao longo da história, as mulheres que venceram e ainda vencem no esporte são diferenciadas.

Notabilizadas pela execução de finos movimentos, como na ginástica rítmica, mulheres também são capazes de correr maratonas e disputar partidas de esportes coletivos cheios de rivalidade. Quem não se lembra dos intermináveis duelos de vôlei feminino entre Brasil e Cuba na década de 90? O confronto era recheado de peculiaridades e prendia o torcedor alerta.

O mundo do tênis, por exemplo, tem o privilégio de contar com as irmãs Williams. Serena e Venus levam graciosidade em dobro aos torneios pelo planeta. Paula e Hortência não são irmãs, porém também garantiam alegria dobrada ao basquete brasileiro. A dupla foi imprescindível no título mundial da seleção em 1994 e na prata olímpica de 1996.

Faltam milhões de exemplos de mulheres competentes no esporte. Contudo, não teria como citar todas na coluna. Existem as que se consagraram, as que ainda estão em atividade e as que lutam quase de forma invisível diariamente para reunir condições na busca pelos sonhos e objetivos. Treinadoras e professoras também não podem ser esquecidas.

No dia Internacional da mulher, a Coluna do Praça homenageia todas as atletas e demais envolvidas no esporte. Aqui é obrigatório o incentivo para participação de todas. As torcedoras também fazem parte do processo. O estádio é um ótimo lugar para estar e fica muito mais agradável com a força da presença feminina!

Parabéns, mulheres!

Um abraço!

Por Fabiano Bandeira