F-1: Testes encerrados

13/03/2018

F-1: Com os testes encerrados agora é esperar pelo início da temporada

A Fórmula 1 encerrou os testes de pré-temporada na semana passada em Barcelona, na Espanha, e mesmo que todos os treinamentos não tragam resultados tão conclusivos assim ao menos já mostraram que a princípio no bloco da frente tudo pode ficar ainda mais embolado nas disputas.

A Mercedes deve continuar como força a ser batida junto do poderio técnico e os pilotos de ponta, porém a Ferrari continuou a fazer voltas muito rápidas e sendo consistente na segunda semana de avaliações. Até Kimi Raikkonen chegou a marcar o melhor tempo com o carro da Scdueria. Na equipe de Hamilton e Bottas acredito que eles priorizaram bastante as verificações em esquema longo, como se já estivessem em corrida. Ah, e não é de hoje que eles costumam esconder o jogo. Sempre há muito potencial a mostrar por parte deles! A Red Bull também mostrou bastante força e se destacou com bons resultados, afinal não quer ficar muito distante desse pelotão tão almejado na categoria como o time já esteve em anos anteriores. Assim as provas tendem a ficar mais interessantes! Vamos aguardar na expectativa que isso se traduza de forma direta na pista. Utilizando também os motores da Ferrari quem surpreendeu e chamou a atenção foi o time americano da Haas, quem diria, fazendo boas voltas e em um bom ritmo também e apesar dos recursos técnicos eu ainda continuo não acreditando muito neles. A ver.

Em compensação a tão falada McLaren mudou o motor e segue com pequenos problemas técnicos, mas que fazem toda a diferença no funcionamento do bólido. A já tão conhecida imagem de Alonso ao lado do carro após um abandono também apareceu na pré-temporada. É que a equipe inglesa realmente rodou muito pouco em quilometragem no asfalto de Barcelona. Resta saber se esses contratempos continuarão durante os finais de semana com as provas oficiais do calendário. Vamos torcer que não afinal seria mais um nome a figurar nas disputas. O carro tem velocidade e linhas aerodinâmicas bem elogiadas no meio da Fórmula 1, porém a parte do corpo técnico que trabalha na sede em Woking, na Inglaterra, ainda sofre com contratempos que vinham acontecendo no período do casamento com a Honda, durante os três anos anteriores…

Evidentemente pelo show e no espetáculo seria muito bom ver as três equipes mais fortes do “circo” envolvidas total e diretamente na disputa pelo título. Ferrari e Red Bull pareciam mais atrás na primeira semana, porém as condições climáticas haviam complicado ainda mais as análises que já são um tanto subjetivas nesse período. E com o entendimento dos mecânicos e engenheiros dos times em relação aos novos carros junto dos competidores, as modificações importantes e evoluções são constituídas para sempre tentar ganhar aqueles décimos de segundo fundamentais e que podem definir um chassi andar no topo ou mais para trás na tabela de tempos dos carros na pista.

Eu não me surpreenderia em ver boas posições constantemente nos pontos ou até eventuais pódios por parte da Renault que nem chegou a fazer desempenhos absurdos de experimentos ou voltas rápidas. Apesar disso o time de Hulkenberg e o recém-chegado Sainz parece mais forte que o ano passado. Vamos ver na hora do pra valer em Melbourne! Aposto neles e na Toro Rosso (agora com motor Honda e dois jovens e velozes pilotos) correndo bem melhor e evoluindo muito ao longo do ano, será se sou pé quente? O tempo dirá, hehehe! E como eu falava semana passada a Force India tem um carro de layout bem limpo, destacado, a famosa pintura rosa do patrocinador que a acompanha desde o ano passado mas parece realmente ter perdido algum terreno ali nas posições entre os dez primeiros.

Estou bastante animado para essa temporada e vamos conferir a partir do dia 23 como tudo se traduz em um final de semana oficial de grande prêmio pela primeira vez no ano. Melbourne é uma pista de rua complicadíssima e sempre muito suja, com areia e folhas sempre dificultando a aderência e a vida dos pilotos no traçado australiano do Albert Park. Será interessante também ver o halo em ação na corrida, essa que é a famosa proteção de cabeça que ainda gera muita polêmica e deve continuar por um longo tempo. Grande abraço, galera, e até a próxima semana!

Por James Azevedo

[smartslider3 slider=6]