Batalha contra o câncer

24/07/2017

Por Rafael Ferret
O Exemplo de quem superou um câncer.
O futebol brasileiro e mundial ficou em choque com a notícia de que o jogador Éderson, que atualmente joga pelo Flamengo terá que se afastar de suas atividades para tratar de um câncer nos testículos, a solidariedade chega de todas as partes do mundo e a rivalidade dá lugar a mensagens de apoio vindas de todos os lugares.
Mas infelizmente este não é um caso isolado de jogadores em atividade que são acometidos por este mal que assola tantas e tantas pessoas pelo mundo, falaremos de um exemplo inspirador, de um jogador que vivia a maturidade de sua carreira e teve que se submeter a um tratamento para combater a mesma doença que o jogador brasileiro sofre.
Jonás Gutiérrez tinha disputado a Copa do Mundo de 2010 pela seleção Argentina e era ídolo do Newcastle da Inglaterra e numa dividida normal em um jogo no ano de 2013 este jogador versátil sentiu dores além do normal e após um exame foi constatado um tumor testicular, e aí partir disso começou uma longa batalha que o afastou dos gramados e na qual o fez até pensar em abandonar a carreira.
Jonás ficou fora dos gramados e voltou a sua terra natal para se tratar, abandonou o clube na qual era ídolo, e em 2014 quando pensou que estava curado o câncer voltou e ele teve que raspar seus longos cabelos e passar por sessões duríssimas de quimioterapia.
Ele conseguiu voltar aos gramados em 2015 depois de tanta luta e principalmente, sobreviveu a essa doença tão degradante, depois de sair do Newcastle ele jogou pelo Norwich e La Corunã, e hoje defende o clube do Defensa y Justicia da Argentina onde é capitão e ídolo.
Jonás Gutiérrez é um exemplo para Éderson e a todos que passam por esta doença, e provou que é possível sim se curar e voltar a ter uma vida normal exercendo aquilo que mais gosta, jogando futebol e com qualidade de vida.
Força Éderson e que o exemplo deste argentino possa lhe inspirar e te dar forças para lutar e vencer, e que em breve você possa desfilar a sua habilidade com a camisa 10 do Flamengo.