A Subida do Santos 

12/09/2018

A Subida do Santos 

Com Cuca o Santos volta a ser o que sempre foi

Sem fazer muito alarde o Santos sobe no campeonato, já é o oitavo colocado.

Parece pouco para um clube de sua grandeza, mas não é se pensarmos que pouco tempo atrás era o 17º e flertava com seu primeiro rebaixamento. O Santos no último domingo deixou de ser o pior paulista da competição e já sonha com a Libertadores. Principalmente se abrir vagas para sétimo e oitavo colocados como geralmente ocorre.

Qual o motivo da subida?  Não existe um motivo específico, mas uma série de situações que fazem o Santos subir. A chegada de Cuca com certeza é a principal. O vitorioso técnico faz campanha com a equipe da Vila Belmiro de quem luta pelo título transformando não só a qualidade do jogo, mas sua forma de jogar.

Jair Ventura não entendeu o Santos e o Santos não entendeu Jair Ventura. O clube contratou um treinador jovem e promissor que vinha de um grande trabalho no Botafogo sem perceber que seu estilo de jogo era reativo, defensivo, jogando por uma bola, coisas que nunca fizeram parte das características santistas. Jair não entendeu que o Santos não era o Botafogo com seu elenco limitado e que necessitava jogar dessa forma. O Santos tinha e tem um elenco bastante superior e não aceita em sua cultura o estilo defensivo de jogo. Não tinha como dar certo, um não entendeu o outro.

Coube a Cuca, sua experiência e talento também saber contornar a crise da queda na Libertadores devido a um erro interno. Apenas um técnico do gabarito de Cuca criticaria a diretoria do clube como fez e conseguiria fazer com que o mesmo superasse o ocorrido e continuasse sua caminhada ultrapassando a crise.

Mérito dos jogadores também. De jogadores como Gabigol que se acharam de tal forma que virou artilheiro da competição. Mérito dos reforços que chegaram como Carlos Sánchez, o mesmo “responsável” pela eliminação na Libertadores, que subiu o patamar do time. O alvinegro praiano vive uma ótima fase, mais condizente com suas tradições. o elenco que tem e esse campeonato nivelado por baixo permite que o santista sonhe.

A dúvida é se a política também irá permitir porque ao mesmo tempo que Cuca e seus jogadores fazem um excelente trabalho a política ferve no clube e o risco do impeachment do presidente é grande. Vamos acompanhar o desenrolar, mas a fase é boa e se não atrapalharem a tendência é melhorar.

Agora quem dá a bola é o Santos.    ,

Twitter – @aloisiovillar

Instagram – @aloisiovillar

Facebook – Aloisio Villar