Nota de repúdio

Nota de repúdio

Torcedores do Atlético-MG entoam canto homofóbico no Mineirão

Por Flávio Amaral

Crédito: Reprodução/Facebook

O mesmo Mineirão que deu um grande passo pela inclusão no esporte no dia 09 de junho ao sediar o amistoso de aniversário do Bharbixas (MG), primeira equipe LGBT+ de futebol de Minas Gerais, presenciou um episódio de extremo preconceito no último domingo.

Em partida pela 25ª rodada do Brasileirão, Atlético-MG e Cruzeiro empataram em 0 a 0, mas o saldo da partida foi negativo em termos de humanidade. “Cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar veado”, entoavam atleticanos em cânticos com os quais buscavam oprimir torcedores adversários. Mais um episódio da triste lista de momentos de preconceito que, como um fantasma, insistem em assombrar nosso esporte.

A mentalidade retrógrada e desumana dos torcedores é legitimada pelo CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), que, em suas 301 páginas, sequer cita o termo “homofobia”, muito menos determina qualquer punição por esse tipo de atitude. Esse descaso e a consequente impunidade desses atos perpetuam a intolerância tão presente em estádios em nosso país.

São posturas como essa que embasam e justificam a luta de centenas de jogadores, torcedores e simpatizantes do esporte LGBT+, que trazem nas cores de sua bandeira o repúdio à intolerância, ao desrespeito às diferenças e a toda e qualquer forma de preconceito.

Através de esportes amados por milhões de brasileiros, seguiremos levando esperança a tantos indivíduos LGBT+ que buscam seu direito legítimo de ocupar espaços destinados a essa prática, mesmo dentro de uma sociedade moralmente adoecida como a nossa. Apesar de tantas supostas “curas” deturpadas por aí, a cura para a realidade aqui apresentada passa necessariamente pela evolução do ser humano em sua forma de pensar e sua visão de mundo. É por ela que lutamos.

Foto: Mineirão14 (Legenda: Esperança para o esporte inclusivo: dia em que o Mineirão recebeu seu primeiro amistoso LGBT+ de futebol) Crédito: Crédito: Mineirão/Agência i7)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>