F1 Pop Bola

04/12/2017

Por: James Azevedo

Uma nova imagem para a Fórmula 1

A Fórmula 1 apresentou um novo logotipo para representar a categoria logo após o final da última etapa da temporada 2017, em Abu Dhabi, na última semana. Depois de longos 23 anos com uma identidade que se tornou icônica e marcante, sempre aclamada pelos fãs, a nova detentora dos direitos, a Liberty Media, viu que era o momento de uma mudança importante. Vale lembrar que para 2018 mais novidades e surpresas devem aparecer.

Bastou que a cerimônia do pódio com o vencedor Valtteri Bottas, da Mercedes, se encerrasse, para que o novo desenho fosse apresentado e aparecesse nas telas em LED para os torcedores e a imprensa de todo mundo. O design que foi assumido dividiu opiniões e foi de encontro com as especulações que já vinham tomado parte da mídia algumas semanas antes. Um estilo até um tanto simples, mas ao mesmo tempo moderno e em uma linha que vem sendo direcionada pelas empresas no atual momento do século XXI. Tanto a letra “F” como o número “1” estão unidos e foram colocados com a cor vermelha, o que fez até alguns aficionados falarem que isso poderia fazer lembrar a grande escuderia Ferrari na categoria.

Os homens que agora comandam o campeonato justificaram que o novo logo facilitará o uso em eventos e até mesmo para as equipes. Acredito que era preciso, de fato, uma mudança nesse aspecto também, o do desenho que representa a maior categoria da velocidade no mundo. Pode, a princípio, não ser tão marcante como o anterior, mas era chegada a hora de se adaptar e mostrar uma “nova cara”. Palavras em inglês como “slim” (fino) e “clean” (limpo) vem se tornando comuns.  A maioria dos pilotos, como por exemplo Hamilton e Vettel (os então postulantes ao título de 2017) também reclamaram bastante. Porém eu acho que é uma questão de costume. Aprovei a mudança e vamos conferir durante a pré-temporada e início de 2018 como ela pode ser melhor usada por todos aqueles envolvidos com o esporte.

A marca anterior demonstrava justamente a velocidade dos carros na Fórmula 1 e por vezes “enganava” os mais desavisados e desacostumados. Muitos achavam que o número um estava justamente na parte direita do desenho enquanto na realidade estava justamente no meio das partes mostradas ao grande público. É um novo direcionamento de marketing e nós, fãs do esporte, torcemos para que os cartolas e novos donos da categoria possam também revolucionar para melhor o regulamento técnico e as disputas na pista. Com todos esses detalhes caminhando juntos aí sim a expectativa de melhores dias para as corridas pode se tornar realidade durante os próximos anos. É aguardar para ver. Um grande abraço, galera, e até a próxima!
 
Por James Azevedo