Mata-mata Sulamericano

Mata-mata Sul-americano

Novo vexame rubro-negro e eliminação cruzmaltina

Na terça-feira os guris dos pampas foram até a Argentina pegar o terror os cabuladores. O Grêmio não estudou antes (desculpe pela piada ruim) o adversário e perdeu. Os gols foram de Gastón e Apaolaza para os argentinos com Kannemann descontando para os gaúchos. O resultado foi bom considerando o gol marcado fora de casa. Aquela velha história de gol qualificado.

Já o Maracanã repleto de torcedores “FlaSelf” o time do cheirinho pegou o Cruzeiro e encaminhou mais uma eliminação vexatória para a conta. O Cruzeiro abriu o placar com o uruguaio Arrascasseta logo no início da peleja. No fim do segundo tempo o golpe fatal veio por meio da lei do ex, que funcionou mais uma vez. Thiago Branca de Neves fechou o caixão rubro-negro com créu e tudo. Importante lembrar que se não fosse a excelente atuação do goleiro Diego Alvares Cabral a situação poderia ter ficado ainda mais patética. A classificação está perdida? NÃO! Porém, o torcedor tem que ser muito otimista e sonhar com uma virada ao estilo América do México. Triste lembrança.

 

 

Os Curintia foram até o ♫Chi-Chi-Chi-Le-Le-Le, Viva Chile♫ enfrentar o Colo-Colo e trouxeram na bagagem uma derrota por contagem mínima. Tudo graças ao monstro: Cássio. Ele pegou o possível, o impossível e salvou o Corinthians de uma goleada. O gol chileno foi marcado por Macarrão Carbonada ainda no primeiro tempo.

O jogo de quinta-feira, ainda pela Libertadores, teve o time da mamãe Leila Pereira. O porco, meu, foi até a terra de Solano Lopes (quem estudou história vai entender) enfrentar o Cerro Porteño e conseguiu uma excelente vitória com gols do colombiano mister Liberta. Ele já fez 8 gols em 7 jogos na competição. Sabe quem? Falo de Borja Reis (bela rua do Engenho de Dentro). Ontem guardou 2 vezes tranquilamente.

Vamos para a Copa Sul-americana com Vasco e LDU em São Januário. O cruzmaltino precisava vencer por 2×0 ou qualquer outro placar com diferença de 3 gols. A equipe lutou, dominou o jogo inteiro e chutou inacreditáveis 36 vezes no gol adversário. No entanto, efetivamente, o Vasco apenas conseguiu balançar as redes no fim da partida. Thiago Galhardete deixou o dele, mas não foi suficiente. Foram menos de 24 horas zoando os flamenguistas antes de voltar a ser alvo.

 

 E para encerrar a coluna, neste fim de semana inicia a temporada europeia. Destaque para a Premier League, Supercopa da Alemanha e Supercopa da Espanha.

Até a próxima coluna e acompanhe as zueiras e nossas páginas.

https://www.facebook.com/cruzouegol

https://www.twitter.com/cruzouegol1

https://www.instagram.com/cruzouegol

 POR: MAYCO COSTA, ABSALAN SILVA, FLÁVIO BRITO E LUCAS LIECHENSTEIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>