Calouro na final 

Calouro na final 

Todo mundo é croata desde criancinha 

 

Populares e popularas da ótima coluna do Cruzou é Gol no site do Pop Bola, mesmo diante da eliminação do Brasil na Copa tem coluna especial do Mundial para você: passamos pelas semifinais. No primeiro confronto desta fase a seleção de Jean Claude Van Damme enfrentou o time de Obelix e Asterix. Os “Negros Maravilhosos” e a “ótima geração belga” fizeram, na opinião de muitos, a final antecipada do torneio.

O jogo foi bastante disputado. O goleiro francês Lloris, que nas horas vagas faz ponta em The Walking Dead com o papel da esposa do Rick, fechou o gol e impediu o ataque belga de abrir o placar no primeiro tempo. Do outro lado, Courtois também fez lá os seus “milagres“. O gol da classificação francesa foi quase um replay do primeiro gol belga contra o Brasil: escanteio cobrado no primeiro pau com desvio do zagueiro. Umtiti correu para o abraço. É aquilo: aqui se faz… A única diferença é que o Fernandinho não estava no lance para colaborar. Resumindo, enquanto um “Titi” salva a França, o outro Tite ferrou o Brasil… Entendeu o trocadilho? Hein?

 

Já na outra semifinal, o time da camisa de toalha de mesa cantina italiana enfrentou os craques do Mister Bean.

O English Team abriu o placar com um golaço de falta de Trippier logo aos cinco minutos. A cobrança não deu chance de defesa para o goleiro Subašić. Depois de abrir o placar o time da rainha administrou a vantagem e terminou o primeiro tempo com vitória parcial. No segundo tempo, porém, após a câmera de TV achar o pé-frio do desgraçado Mick Jagger no estádio, a Croácia empatou com um gol tipo UFC de Perišić. O vocalista do Rolling Stones não satisfeito de pragar a nossa seleção dias antes, resolveu desta vez zicar o próprio time. Ele conseguiu a proeza de ser pior do que o Mayco, um dos redatores da coluna (piada interna da equipe Cruzou é Gol #descubra)

Os 90 minutos terminaram e o jogo foi para a prorrogação, a terceira disputada pela equipe croata na Copa do Mundo. No início do segundo tempo do tempo extra, Mario Mandžukić, o maior atacante da Juventus (chupa Ronaldo), fez o gol croata da classificação inédita para a final. Não foi desta vez que o “futebol voltou para casa” como cantaram os ingleses durante a Copa. A grande notícia desta classificação enxadrezada é que poderemos ver novamente a belíssima presidente do país torcendo nas arquibancadas. Ah papai!

França e Croácia farão uma final inédita no próximo domingo ao meio-dia. E aí? Quem leva a taça para casa?

Até a próxima coluna e acompanhe as nossas zoeiras em nossas redes sociais.

https://www.facebook.com/cruzouegol

https://www.twitter.com/cruzouegol

https://www.instagram.com/cruzouegol

POR: MAYCO COSTA, ABSALAN SILVA, FLÁVIO BRITO E LUCAS LIECHENSTEIN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>