Cormier faz história no UFC 230

Cormier faz história no UFC 230

Americano vence Lewis por finalização

Salve, salve! O Madison Square Garden, em New York, recebeu o UFC 230 no último fim de semana e entrou para a história da organização. Pela primeira vez, um lutador defendeu os cinturões dos pesos-meio-pesados e dos pesos-pesados. Cormier fez o main event da noite nestas condições contra o também americano Derrick Lewis.

 

A luta foi como todos já esperavam. Cormier com o seu wrestling afiado conseguiu dominar completamente o combate. Lewis, por sua vez, até tentou mostrar a força dos seus golpes, mas depois de tentar um chute, levou uma queda e foi finalizado. Cormier venceu com um pouco mais de dois minutos do segundo round e manteve assim o título de campeão dos pesos-pesados. Cinturão garantido, agora todas as atenções estão voltadas para a próxima luta. O atleta está no fim de contrato e já anunciou a intenção de se aposentar. Para esta luta contra Cormier, dois lutadores estão muito cotados. São eles: Jon Jones e Brock Lesnar. Dá para escolher?

Daniel Cormier não esconde a preferência por Brock Lesnar, mas existe um interesse muito grande do UFC para que Jon Jones seja o escalado. Vale lembrar que Jones foi o único lutador a vencer Cormier no UFC. Despedida com cara de revanche.

Por outro lado, a luta só acontecerá se Jones vencer o combate contra Alexander Gustafsson em dezembro pelo UFC 232. Vamos aguardar pelo desenrolar desta história.

Já pelo co-main event deu Brasil. Uma vitória muito significativa em um duelo válido pelo peso-médio. Ronaldo “Jacaré” Souza enfrentou o americano Chris Weidman e não se deixou abalar pelas sucessivas vitórias de Weidman nos confrontos com lutadores brasileiros. Jacaré foi para cima e venceu por nocaute no terceiro round. O brasileiro acertou um direto de direita que levou Weidman diretamente para a lona. Ronaldo agora mira o cinturão da categoria que tem Robert Whittaker como atual campeão.

Até quarta-feira

Marcelo Soido Paz

A Capivara Deu Cria

  https://www.acapivaradeucria.com.br

 https://www.facebook.com/capivaradeucria

 https://www.instagram.com/acapivaradeucria/

#acapivaradeucria

#paladinodaboemia

#capivaranotatame

#

#

UFC e ONE surpreendem o mundo do MMA

UFC e ONE surpreendem o mundo do MMA

Johnson e Ben Askren em troca inédita

Salve, salve! Os amantes do MMA foram surpreendidos com uma notícia bombástica. O UFC e o ONE FC anunciaram uma troca inédita entre os lutadores destas organizações. O ex-campeão peso-mosca e recordista de defesas de cinturão do UFC, Demetrious Johnson, vai para o ONE FC enquanto o campeão peso-meio-médio do ONE FC, o invicto Ben Askren, vai para o UFC.

Demetrius Johnson, o ‘Mighty Mouse’, fez 11 defesas de cinturão. Johnson dominou o peso-mosca com uma série invicta de 14 lutas em seis anos e perdeu o cinturão para Henry Cejudo no UFC 227 por decisão dividida. O lutador então decidiu se transferir para a outra organização pela necessidade de enfrentar novos desafios na carreira. Ele sonha também em disputar um campeonato em solo asiático em uma categoria diferente. No cartel de Johnson no MMA profissional são 31 combates com 27 triunfos, 3 derrotas e 1 empate.

Já o ex-campeão peso meio-médios do Bellator, Ben Askren, de 34 anos, está invicto na carreira. Ele coleciona 18 triunfos e uma luta sem resultado. Forte no Wrestling, Askren não atua desde novembro de 2017. Na ocasião, ele nocauteou Shinya Aoki no primeiro assalto.

Os termos da negociação não foram divulgados e não há data de estreia prevista para nenhum dos dois lutadores. Sangue novo nos dois lados.

Até a próxima,

Marcelo Soido Paz

A Capivara Deu Cria

  https://www.acapivaradeucria.com.br

 https://www.facebook.com/capivaradeucria

 https://www.instagram.com/acapivaradeucria/

#acapivaradeucria

#paladinodaboemia

#capivaranotatame

Não era a hora

Não era a hora

Polêmica tumultua ambiente rubro-negro

Fala Rapaziada, beleza? Em um momento crucial do campeonato brasileiro a polêmica briga entre o goleiro Diego Alves e o técnico rubro-negro Dorival Jr deixou o ambiente do ninho do urubu pesado. O que o time mais precisa para seguir na caça ao líder Palmeiras e sonhar com o título rubro-negro é tranquilidade. Não dá para colocar na conta da dupla o tropeço contra o São Paulo, mas se tudo estivesse bacana, certamente, o Flamengo poderia ter melhor sorte. Energia negativo atrapalha.

Se considerarmos o histórico do Diego Alves é fácil perceber que o sujeito gosta de uma encrenca. Nos tempos de Atlético MG, ele vivia um caso de amor e ódio com o goleiro Bruno (aquele condenado pelo assassinato da Eliza Samudio). A briga vinha desde os tempos das categorias de base. Os dois mal se falavam e quando o faziam eram discussões pesadas nos treinamentos.  Em 2007, Diego saiu do galo e foi para o Almeria na Espanha. Lá viveu grande fase na carreira. Longe das confusões, o goleiro chegou a Seleção Brasileira. Mais adiante, em 2011, Diego se transferiu para o Valencia, também na Espanha. O arqueiro viveu mais um excelente momento. No entanto surgiram algumas rusgas com a torcida. Ele perdeu a titularidade e acabou vindo para o rubro-negro carioca.

No Flamengo, Diego chegou em um momento crucial. O preto e vermelho penava com a péssima fase de Muralha e a pressão sobre o garoto Thiago. Diego Alves fez uma boa estreia contra o Corinthians e tudo levava a crer que, finalmente, o Flamengo tinha encontrado um grande goleiro. Veio então a contusão na clavícula que o tirou do time por um bom tempo. Diego retornou em 2018 e voltou a ter boas atuações, diferentemente do time que oscilava entre altos e baixos. Com a chegada de Dorival Jr para o lugar de Barbieri o time encontrou um novo padrão de jogo e cresceu. No entanto, mais uma contusão, desta vez no jogo pelas semifinais da Copa do Brasil contra o Corinthians, afastou Diego Alves do time e o reserva Cesar, cria rubro-negra, assumiu a vaga. O garoto teve boas atuações e conquistou a confiança do treinador. Diego Alves então teria de esperar uma nova chance para voltar a vestir a camisa número um do Flamengo. Mas o Jogador não gostou de ser barrado e pediu para não ser relacionado para o jogo do Paraná. O goleiro, além de barrado, ainda foi multado pelo clube e praticamente encerrou seu ciclo no Flamengo.

Assunto encerrado! Assunto encerrado nada. Diego Alves convocou uma reunião com todo o elenco para dar a sua versão sobre a recusa em viajar para enfrentar o Paraná. A reunião não agradou nem um pouco o técnico e a treta por pouco não acabou em pancadaria. Resultado: mais uma mancha na carreira do atleta e mais um problema a ser resolvido na reta final do campeonato. Enquanto isto o Palmeiras segue mais líder do que nunca e com menos uma rodada aumentou a diferença ainda mais para o segundo colocado que, hoje, nem é mais o Flamengo. Vai entender…

Abraços,

Rod Torres

https://www.acapivaradeucria.com.br

 https://www.facebook.com/capivaradeucria

 https://www.instagram.com/acapivaradeucria/

#acapivaradeucria

#capivaraatleta