O racismo persiste

O racismo persiste

Jogador brasileiro abandona o campo

Salve, Salve, queridas Capivaras.

Mais uma vez um episódio de racismo recebe destaque no meio esportivo. Desta vez foi na Bolívia pela 13º rodada do campeonato local no jogo entre Blooming e Jorge Wilstermann.

Depois de alguns gritos racistas durante toda a partida, o atacante brasileiro Serginho, que defende a equipe do Jorge Wilstermann, deixou o campo momentos depois de ter se dirigido para a cobrança de um escanteio.

O atacante já havia reclamado com o árbitro sobre as manifestações da torcida adversária. O jogo foi interrompido e os próprios jogadores pediram para que os torcedores parassem com os gritos.

Não cabe mais em pleno ano de 2019, atitudes racistas como estas. Faltam punições mais severas. Lógico que não se deve generalizar, mesmo dentro da própria torcida, porém os responsáveis precisam ser identificados. Hoje, isto é muito mais fácil.

Diante de tamanha repercussão, o presidente da Bolívia, Evo Morales, também repudiou o ato por meio de sua conta no Twitter.

O Jorge Wilstermann pediu para que a Federação Boliviana de Futebol aplique uma punição exemplar a equipe do Blooming. Vamos aguardar quais serão as providências para que tais atitudes não se repitam.

  • Campeonato carioca

Após um fim de semana em que só deu Vasco nas redes sociais, o campeonato fechou a quarta rodada da Taça Rio com várias novidades na tabela de classificação. Faltando apenas uma rodada para o fim, já vimos a invencibilidade do Vasco cair diante da Cabofriense e o próprio tricolor de Saquarema briga com Volta Redonda e Bangu por uma das quatro vagas restantes.

Será que os outros três grandes ficarão de fora? Vamos aguardar.

A Capivara deu Cria

Por  Fábio Araújo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>